Aposta na loteria

Aposta na loteria
Aposta na loteria, ou vende bilhetes na loteria Mega Sena

Tornou-se vago e prêmio principal da Powerball sobe sua

novembro 17th, 2011

   

Estamos nos aproximando do Natal e Ano Novo, o termo \ “prêmio \” começa a soar com a repetição grande em televisão, jornais e estações de rádio. Eles se aproximam os grandes prémios do ano.

Mas enquanto esperamos para o Natal grande, podemos desfrutar de qualquer lugar do mundo em grandes loterias ao redor do planeta, como o Powerball U. S..

Ontem ele realizou um sorteio e saiu correndo assim que o jackpot vencedores agora está em 60 milhões de dólares e será esquivando novamente em 19 de novembro.

Comprar a sua inscrição loteria Powerball e você pode ser o próximo trilhão de dólares no mundo. />

Reduzir os gastos com loterias para o Natal 2010

dezembro 7th, 2010

   

Estima-se que 674 € espanhola gastou neste Natal, em média, presentes, brinquedos, sorteios, comida e entretenimento, 7,4% menos que em 2009, quando a queda já era de 10,5% para o ano anterior, de acordo com uma pesquisa realizada pela Federação das Independente de Usuários e Consumidores (FUCI) realizaram mais de 3.000 pessoas.

Os itens mais afetados por esse corte de gastos na loteria e entretenimento. A quantidade de dinheiro gasto em bilhetes de loteria para o Natal e o El Niño vai cair pela primeira vez e vai crescer 9%, de modo que cada espanhol comprar uma média de cerca de seis décimos. No entanto, algumas regiões, como Valência continuará fiel à sua tradição de caça e 147 € usado.

Quanto ao entretenimento, refeições fora de casa e viajar cairia de 9%, como no caso da loteria.Apenas os moradores se atreveria a sair e ir para 165 € para a vida social e quebra de Natal.

No total, o espanhol cortar seu orçamento de Natal a 54 € em relação ao Natal passado. \ “Nos últimos três anos o consumo caiu 24%, o que evidencia o dano que está causando a crise económica de muitas famílias devem reduzir ainda mais os gastos nesta época festiva para fazer termina este mês \ “, disse o presidente da FUCI, Agustina Parra.